Sinttel promove palestra sobre doenças ocupacionais

As doenças ocupacionais e sua prevenção no ambiente de trabalho, foi o tema central da palestra ministrada pela advogada Maria da Graça Leila Jorge, dia 28 de junho, no auditório do Sinttel-PR, em Curitiba (PR).

A especialista falou para um público de mais de 50 trabalhadores de diversas empresas de teleatendimento e diretores do sindicato. A palestra faz parte das ações do Sinttel-PR na formação e qualificação profissional da categoria. Nesse caso, a especialista abordou os vários pontos do anexo II da NR 17 (norma regulamentadora), que trata especificamente sobre as questões da saúde para os trabalhadores em teleatendimento.

Para Maria da Graça, se as empresas cumprissem a NR 17, muitas das doenças ocupacionais não aconteceriam. “Essa Norma aborda as muitas variantes no ambiente de trabalho de telecom e como evitar as doenças laborais. Infelizmente muitas empresas não cumprem o enunciado no Anexo II da NR, criando assim ambientes favoráveis ao aparecimento de muitas doenças, oriundas da atividade profissional, as chamadas doenças ocupacionais”. A especialista alertou ainda que muitas doenças poderiam ser evitadas alterando apenas o mobiliário laboral. Mas em muitas vezes, alerta Maria da Graça, as doenças laborais podem ser emocionais, ocasionando desequilíbrio físico e mental.

A diretora sindical Juliane Ferreira, que acompanhou atentamente a palestra, lembrou que é “muito importante que o sindicato promova esse tipo de palestra e debate, cuidando da qualificação dos trabalhadores, que muitas vezes desconhecem seus direitos, e o que é pior: a disputa por uma vaga no mercado de trabalho leva as pessoas a se sujeitarem a condições de trabalho condenáveis, quanto a estrutura física onde vai ser desenvolvida a atividade profissional”, diz Juliane.

Na opinião da diretora Marise Cristina Freiras Barbosa, “as empresas têm de investir mais em seus funcionários desde o ambiente de trabalho com mobiliário, passando pela valorização financeira, com salários justos e dignos”.

Por sua vez, o presidente do Sinttel-PR, Pedro Vitor Dias da Rosa, pediu para que os participantes da palestra passem a atuar como multiplicadores de conhecimento em suas empresas, despertando nos trabalhadores o interesse pela busca de conhecimento, principalmente nas questões que envolvem a saúde laboral: “a qualificação profissional passa, sem dúvidas, por esse e outros conhecimento, promovendo assim ambientes saudáveis para todos os trabalhadores”, disse Pedro Vitor. O presidente do sindicato adiantou ainda que novas palestras serão promovidas ao longo do semestre na sede do sindicato e nas empresas que abram as portas para essa maior interação entre seus funcionários.

A especialista Maria da Graça Leila Jorge levou informação e formação aos trabalhadores.

Da esquerda para direita: Waldir Rosa, o presidente Pedro Vitor, Gilvan Cohem, Maria da Graça e o assessor jurídico do sindicato, Rodrigo Bittencourt.